EMOÇÕES X SAÚDE

Todos os dias lidamos com emoções: alegria, medo, tristeza, raiva … Como as emoções podem afetar nossa saúde positiva ou negativamente?

Podemos dizer que nosso corpo produz sintomas físicos em resposta a emoções. Você quer um exemplo? As mãos trêmulas quando precisamos falar em público, ficamos corados quando sentimos vergonha e sentimos que nosso coração bate mais rápido quando estamos ansiosos.

Estes são exemplos que mostram que as emoções afetam nosso corpo. E estados emocionais podem desencadear uma série de alterações bioquímicas em nosso corpo, que por sua vez afetam diretamente o sistema imunológico.

O poder das emoções

As emoções, positivas ou negativas, são estados transitórios que incluem o que sentimos (componente subjetivo), como reagimos (componente comportamental) e um componente fisiológico, que é desencadeado por um estado de ativação do organismo associado ao processamento da emoção no nível do cérebro. Pode parecer complicado, mas não é.

Emoções positivas estimulam a produção de ocitocina. Como é absorvido pelo organismo, os vasos sanguíneos dilatam, diminuindo a pressão sanguínea.

E, no caso das emoções negativas, elas estimulam a produção de cortisol, fazendo com que o corpo entre em estado de alerta, como se estivesse correndo risco de morte e precisando fugir ou lutar. Como essa ameaça nem sempre existe, a química acaba sendo absorvida, atuando como um veneno que intoxica nosso corpo. E esse processo ocorre toda vez que sentimos raiva, ansiedade, medo, etc.

Portanto, as emoções estão por trás de problemas como dores de cabeça, obesidade, pressão alta, entre outros.

Portanto, não devemos subestimar o que sentimos. Pesquisas no campo da neurociência mostram que o estresse deixa as pessoas doentes e que a felicidade é o melhor remédio para o sistema imunológico.

O corpo não deve ser visto como partes, mas como um todo, onde as emoções são corresponsáveis pela saúde. Em resumo, podemos dizer que as pessoas felizes ficam menos doentes e quando ficam doentes se recuperam mais rápido. As pessoas negativas, por outro lado, acabam adoecendo com mais frequência, o que pode ser um fator de risco ou até piorar a doença.

O que fazer?

A esse respeito, lembre-se de que a saúde emocional é importante para o funcionamento do corpo. E para isso, o segredo é treinar comportamentos positivos.

Melhore sua atitude e aproxime-se de pessoas felizes, que podem ajudá-lo a controlar suas emoções. Também é importante gerenciar bem as emoções, controlando as tensões e preocupações diárias.

Invista em atividades prazerosas, pois acalmam e canalizam sentimentos. Dessa forma, você pode equilibrar emoções com atividades que lhe dão prazer. E, nesse sentido, seria bom ter uma rotina de atividade física.

Cuidar da alimentação também é importante. Opte por uma dieta equilibrada, com uma variedade de frutas, vegetais, proteínas e outros nutrientes. O consumo de chás também é recomendado, pois ajuda a melhorar o funcionamento do cérebro.

Chás verdes e brancos podem ser de grande ajuda neste momento. Eles possuem L-teanina, um aminoácido que atua no cérebro e promove níveis mais altos de serotonina, dopamina e GAMA (ácido gama-aminobutírico). O consumo de chá melhora a atividade desses neurotransmissores e está relacionado à sensação de relaxamento e bem-estar, que afeta positivamente a química do cérebro.

A Qualinova tem tampas funcionais com chás verdes e brancos. Você já conhece as Ecotampas? São bebidas funcionais em cápsulas ecológicas que, quando encaixadas em qualquer garrafa de água PET, liberam chá. Basta agitar para misturar o pó com a água e você está pronto para beber.

Chás Qualinova e controle das emoções, a chave para uma vida mais saudável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *